Fotografia

Você já viu essa garota?

Eu me lembro com clareza o dia em que eu notei a existência dessa mulher. Ela encarnara uma funcionária administrativa, com ares muito eficientes e um sorriso extremamente feliz… Planificada num totem de papelão em tamanho real, em algum anúncio do SESI. Eu me pegava sempre olhando aquilo intrigado com a bizarrice da garota, tentando compreender como alguém poderia passar tanta felicidade em uma foto?! De lá para cá, foram mais de oito anos. Nesse meio tempo, comecei a vê-la com frequência, em todo lugar aonde eu ia. Atrás de ônibus, em grandes outdoors, inúmeros flyers, peças de jornal e revista, enfim, ela me perseguia ferozmente.

Atormentado pela onipresença vampírica da moça, tentei diversas vezes comunicar minha descoberta a amigos ou familiares, mas as reações eram sempre as mesmas: olhares parecendo dizer “Esse abestado acha mesmo que é perseguido por uma foto?!”. Por fim, cansado do descrédito, resolvi ignorá-la e me calei na minha paranóia, convicto que a sorridente stalker me deixaria em paz, o que de fato ocorreu por um certo período… Porém minha tranquilidade não durou muito, tendo seu fim na semana passada, quando em uma aula, me deparo pasmo, mais uma vez diante da criatura, projetada na parede da sala de aula, gigantesca e (como sempre) DESAGRADAVELMENTE SORRIDENTE!!

456

A partir do ocorrido fiquei decidido a resolver esses mistério de uma vez, e saber de quem se tratava essa modelo alegre que ilustra propagandas e textos ao redor do mundo. Para tanto, fiz minhas buscas por diversos bancos de imagens, com a simples tag “smile girl” e não demorou muito para encontrá-la. Em páginas e mais páginas, ela apareceu de diversas formas, de professora até atleta, sempre apresentando sua típica felicidade absolutamente irritante! Nos créditos dessas imagens um nome se repetia, “Ariwasabi”. Busquei o termo no Google e parte da paz voltou em meu coração, pois soube que mais pessoas também sofriam o mesmo que eu! Também pude descobrir mais a respeito da menina, que não revela sua identidade ou local de moradia, mas se autodenomina “SupersmileyAriane”.

678

Ariane é uma modelo de 20 e poucos anos que junto com seu namorado fotógrafo, chega a produzir mais de 500 fotos de temas variados por mês. Entre os trabalhos que faz, ela afirma em uma entrevista de 2015 que seus favoritos são os de cunho esportivo, já que se considera uma atleta nata. Nos poucos artigos e fóruns de discussão sobre a modelo, muito se especula sobre o motivo pelo qual ela é tão utilizada. Alguns atribuem a quantidade de material produzido, outros a qualidade das fotos, mas a solução mais plausível apresentada é sua origem étnica. De acordo com os artigos, Ariane tem mãe chinesa e pai franco-canadense, isso lhe deu uma aparência bela, sóbria e extremante versátil. Ela se encaixa como modelo tanto em contextos asiáticos, como em latinos, europeus, americanos e etc…

Um ser sem identidade ou personalidade, podendo ser quem precisar ser, mas que mesmo assim apresenta seu marcante diferencial, o símbolo presente em todo o seu trabalho, onde ela pode ser si própria em meio a tanta impessoalidade e que, inclusive, ela mesmo define como uma das coisas que mais gosta: Sorrir.

123

No fim das contas compreendi que se trata de uma pessoa normal, simpática e discreta, ao mesmo tempo em que é talvez uma das figuras mais divulgadas no mundo. Percebi então que minha magoa não se aplicava a Ariana em si, mas sim ao uso exagerado de sua imagem na mídia em geral, uma certa falta de originalidade talvez, o que me permitiu classificar a moça como “a Comic Sans das modelos fotográficas”. E a coloco assim não por sua tosquice, repito, mas pela sua ultra exposição no mundo dos bancos de imagens. E agora, ciente de tudo isso, fico com meu espírito em paz e sempre que avistar a SupersmileyAriane, tentarei não me irritar tanto com seu jeito assustador de estar sempre feliz, além de – porque não? – sorrir de volta como um lembrete de como o simples ato de ser feliz pode atingir o mundo todo em todas as estancias, e tornar o sorriso um absoluto viral.

Para não acharem que a paranoia é só minha, aqui vai um VÍDEO CLIPE sobre o Complexo de Ariane:

Share:

Comentários no Facebook