MarketingPublicidade

No mês da mulher, criativos criam movimento para combater machismo no trânsito.

Basta uma pesquisa rápida no Google pelo termo “Mulher ao volante” para ver que a maioria dos resultados indica alguma piada de cunho machista ou a mulher sexualizada ao lado de um carro. Nesse cenário, a dupla de criativos Amanda Silveira e Felipe Araújo criou o movimento #MulherAoVolante.

No mês em que o Dia Internacional das Mulheres completa 40 anos da sua oficialização pela ONU, o projeto busca unir mulheres contra o machismo no trânsito e levar a discussão de como mudar essa realidade para as marcas automobilísticas.

“Estamos em 2017, até as marcas de cerveja, historicamente machistas, estão revendo suas propagandas. Não é aceitável que as marcas automobilísticas continuem alheias a uma realidade diretamente ligada a elas”, ressalta Amanda Silveira.

O projeto já conta com o apoio de diversos coletivos feministas, como Não me Khalo e Mais Magenta, da consultoria meiacincodez que é focada no papel da mulher na publicidade, e de influenciadoras como a Youtuber Lully (do canal Lully De Verdade), das pilotas Bia Figueiredo e Regina Calderoni, entre outras.

Depois da primeira fase de divulgação, a dupla vai entrar em contato com as marcas para iniciar uma conversa com elas e “espera provocar uma mudança em suas propagandas.”, completa Felipe Araújo.

Para fazer parte do movimento é fácil, basta ser mulher e postar uma foto ou vídeo com a #MulherAoVolante. Acesse o site www.mulheraovolante40.com e acompanhe o projeto.

 

Share:

Comentários no Facebook