Quem já enfrentou ou acompanhou uma luta contra o câncer sabe o quanto algumas marcas permanecem para sempre – seja no corpo, seja na lembrança dos envolvidos. Mas muitas dessas marcas podem trazer uma enorme bagagem positiva, especialmente para aqueles que ainda terão a batalha contra a doença pela frente.

O sucesso no tratamento de um número cada vez maior de pacientes inspira e aumenta a auto-estima daqueles que recém descobriram a doença. E para disseminar esses retratos de coragem de uma forma ainda mais emocional e artística, a Alta Excelência Diagnósticarealiza o projeto “Histórias na Pele”, direcionado especialmente à luta contra o câncer de mama – o mais comum entre as mulheres.

O laboratório trouxe ao Brasil a britânica Emma Cammack, uma das mais renomadas artistas de body painting do mundo, com premiados trabalhos autorais e editoriais, além de atuação para marcas como Ford, Motorola e Guinness. Em estratégia elaborada e executada pela agência Bowler, Emma se inspirou na personalidade de cinco diferentes mulheres que venceram o câncer de mama, criando pinturas corporais que transformassem a pele de cada uma delas em uma exposição dos sentimentos que mais deram força a elas no processo.

No caso da designer de jóias Fatiminha Gomes (57), por exemplo, a pintura foi inspirada na ametista, pedra que para ela significa cura e que serviu de talismã durante seu tratamento. Já para a atriz e produtora cultural Juliana Ferreira (43), a obra retrata a árvore da vida, com flores azuis inspiradas em sua filha, Celeste; enquanto a de Fernanda Savino (35) abusa das cores, ilustrando a maneira leve e alegre com que ela enfrentou a doença.

As cinco histórias, assim como seus corpos pintados, foram transformadas em vídeos que estão sendo divulgados gradualmente em diferentes canais digitais. Além do conteúdo audiovisual, o trabalho de body painting será exibido em uma exposição fotográfica no shopping JK Iguatemi, em São Paulo, gratuita e aberta ao público a partir de 30 de outubro. “Mais do que uma ação de conscientização, a campanha pretende dar mais força e motivação às mulheres que enfrentam o câncer de mama. São histórias lindas de pessoas lutaram com motivações diferentes, mas sempre com o propósito e a certeza de que é possível vencer a doença”, destaca Maria Claudia Bacci, sócia-diretora da agência Bowler.

Novos videos dia 08 de novembro Alta Excelência diagnosticos

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, chegando a 1,38 milhão de novos casos por ano, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde). No Brasil, estima-se pouco mais de 52 mil casos a cada ano. O risco é maior entre mulheres de 40 e 69 anos, especialmente pelo auge da exposição ao hormônio estrógeno nessa idade. A chance de cura, porém, é superior a 95% diante de um diagnóstico nos primeiros estágios da doença. Por isso, é fundamental a conscientização da importância da realização da mamografia anualmente, a partir dos 40 anos.

Share:

Comentários no Facebook