Cultura PopNotícias

Coletivo Nova Era lança “álbum inédito” para conscientização sobre a depressão e prevenção do suicídio

O Coletivo Nova Era, lançou no último dia 26, o projeto (álbum) O Mal do Século, que surgiu para promover a conscientização sobre a depressão e o suicídio, não só aproveitando o #SetembroAmarelo, mas também e principalmente narrar por meio do RAP as angústias de quem está ou já passou por depressão. Mostrando as pessoas que enfrentam esses problemas que elas não estão sozinhas, e podem enfrentar isso.

Os dados mostram que mais de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos no mundo, o que equivale a uma morte a cada 40 segundos. No Brasil são registrados em média 32 suicídios todos os dias. É a segunda principal causa de morte nos jovens na faixa dos 15 aos 29 anos. O suicídio é um grave problema de saúde pública e precisa de nossa atenção.

É necessário que esse assunto não seja um tabu, quanto mais for tema de debates e discussões, mais pode ser feito, e mais pessoas podemos ajudar.

Todos os artistas que fazem parte do álbum, possuem certa afinidade com o tema, por já terem convivido de perto, ou passado por processos depressivos, dentre outros transtornos. Esses mesmos artistas encontraram na música e na poesia uma maneira de enfrentar seus problemas e dessa forma, puderam contribuir com sinceridade e relevância para a realização desse álbum, contando seus processos depressivos através da música e da poesia, bem como suas tentativas de superá-los.

É importante ressaltar que a ideia dos artistas é utilizar a música, como uma ferramenta excelente para lidar com a depressão, mas somente com apoio profissional, um passo sólido será de fato dado para o tratamento do problema.

A música está presente diariamente em nossas vidas, nós escutamos no caminho para o trabalho, durante o trabalho, na academia para focar, a noite para dormir, para se divertir e diversas outras situações, depende muito do nosso humor e utilizá-la como uma ferramenta de apoio e conscientização é um ato de extrema riqueza. Como Oscar Wilde disse uma vez: “A Arte da música é a que mais se aproxima das lágrimas e das recordações”.

Fazem parte do projeto, um álbum com 9 faixas, sendo 3 interlúdios e 6 músicas, e um site com diversas informações uteis sobre o tema e indicações dos principais centros de apoio do país, como o número e o chat do CVV.

O Coletivo espera passar um apoio emocional, além de servir como ponto de partida, para debate, desmistificação do tema, e principalmente alcançar por meio da música mais pessoas para que elas não se sintam envergonhadas quando pensar em buscar ajuda profissional

Para acessar o site clique aqui e para conhecer mais sobre o coletivo, que vem promovendo a troca de experiências e criação colaborativa com o objetivo de fortalecer o hip-hop em Mato Grosso, clique aqui.

Ficou curioso para conferir o projeto? Mete o play, e muito mais do que isso, compartilhe com alguém que você conhece e passe por problemas, com seus amigos que curtem rap e até com quem você suspeita que possa estar enfrentando dificuldades.

Share:

Comentários no Facebook